Após os protestos do dia 7 de setembro, um grupo de caminhoneiros bolsonaristas continua em Brasília. De acordo com informações da Folha de S. Paulo, os veículos bloqueiam a Esplanada dos Ministérios e são usados na tentativa de derrubar o bloqueio que há no acesso ao Supremo Tribunal Federal (STF).

 

Ainda segundo a publicação, o movimento conta com o apoio de empresários ligados ao agronegócio de Goiás, Santa Catarina e São Paulo. O clima é de hostilidade no local, com protestos contrários à imprensa e ao STF. 

 

 

Caminhoneiros também realizaram paralisações na manhã desta quarta-feira (8) após divisão a respeito do apoio ao presidente Jair Bolsonaro. Ao todo, 16 cidades de 3 estados registram algum ato, segundo a Polícia Rodoviária Federal.

 

Em Santa Catarina, há bloqueio de caminhões em Garuva, Joinville, Mafra, Santa Cecília, Guaramirim e Campos Novos. No Paraná, há manifestações nas rodovias federais em Paranavaí e em Maringá. No Espírito Santo, caminhoneiros fazem bloqueios em 8 cidades.