Araraquara News

Sexta-feira, 23 de Fevereiro de 2024

🔴 Ao vivo

Saúde

QUANDO PROCURAR UM CIRURGIÃO VASCULAR?

Multi Comunicar
Por Multi Comunicar
QUANDO PROCURAR UM CIRURGIÃO VASCULAR?
IMPRIMIR
Espaço para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.

Participe do nosso grupo no WhatsApp
Siga-nos no Instagram

As pessoas estão expostas aos mais diferentes problemas de saúde, diariamente, causando efeitos consideráveis, ou seja, incômodos que devem sempre ser investigados. A área vascular é uma ampla especialidade, envolvendo as condições comprometedoras dos vasos sanguíneos, extremamente importantes para o adequado funcionamento do organismo.

Algumas das patologias vasculares mais populares são as varizes, trombose arterial e venosa, aneurisma, linfedema e o pé diabético. Muitas vezes, os  sintomas são comuns e se estendem também a outras causas, sendo que, muitas delas, são consideradas graves.

A ocorrência de veias dilatadas e azuladas nos membros inferiores é um dos principais sinais de problemas vasculares, porque, além das varizes, podem evoluir para úlceras varicosas - feridas que se abrem nas pernas, de difícil cicatrização - assim como a trombose e uma possível embolia pulmonar.

Publicidade

Leia Também:

As dores também são um forte indício e, em diversos casos, são recorrentes entre quem tem varizes, principalmente durante o verão, devido às altas temperaturas. A condição também é uma realidade durante o período menstrual e não deve ser considerada normal.

Os aneurismas apresentam diversos sintomas, variando de acordo com o local e a artéria comprometida, podendo evoluir para ruptura, sendo que, neste caso, pode ocorrer dor aguda e intensa. Os aneurismas podem comprometer qualquer artéria do corpo, como cabeça(cérebro), abdômen, tórax, intestino, rins, membros inferiores e superiores.

A mudança na coloração da pele para um tom pálido, vermelho ou roxo, assim como a textura, é um fator considerado inusitado e acende um alerta maior. Ou seja, destaca a necessidade de consultar um especialista. Lembrando sempre que dor deve ser levada a sério, porque pode ser alguma alteração mais importante.

A dificuldade em caminhar também merece atenção em relação a dor, redução da distância percorrida e cansaço, pois pode ser alguma alteração circulatória a responsável por esses sintomas

Outro alerta essencial é entender que as feridas que não se fecham podem ter alguma patologia vascular de base, como por exemplo, ser causada por insuficiência venosa ou arterial. Existem outros fatores não circulatórios para as úlceras crônicas se tornarem uma úlcera varicosa, como também, o temido pé diabético. Os portadores de diabetes devem  controlar os níveis de glicose no sangue e verificarem os pés diariamente, tendo cuidado com ferimentos, manter uma boa hidratação, usar calçados adequados e evitar andar descalço.

Qualquer um desses sintomas indica a necessidade de consultar um cirurgião vascular, principalmente se as pessoas possuírem alguns fatores considerados de risco, como serem sedentárias, obesas, diabéticas, hipertensas, tabagistas, sofrerem alterações metabólicas, condições genéticas, como colesterol elevado e o estresse.

O médico analisa os sinais e sintomas, o histórico familiar e hábitos, para compreender quais seriam as origens do problema. Ele pode solicitar exames, indicar tratamentos e até mesmo cirurgias.

A prevenção requer hábitos saudáveis e uma vida ativa com alimentação adequada, a prática de atividade física por pelo menos 30 minutos diários, cuidar das patologias que já possui, além, é claro, de se preocupar em visitar anualmente, médicos especialistas, para avaliação especializada. Vale alertar ainda aue o tabagismo é um grande inimigo da saúde.

*** Josualdo Euzébio Silva - Médico cirurgião vascular, membro titular da Sociedade Brasileira de Angiologia e de Cirurgia Vascular

Comentários:

🚀 Aumente vendas e reforce sua marca! Anuncie aqui, alcance mais clientes