Araraquara News

Notícias Direitos Humanos

Câmara aprova Projeto de Lei que cria o Dia do Orgulho LGBTQIA+ em Araraquara.

Nesta terça (27) foi aprovado o PL de autoria da vereadora Filipa, primeira travesti eleita na história do município.

Câmara aprova Projeto de Lei que cria o Dia do Orgulho LGBTQIA+ em Araraquara.
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

Com apenas dois votos contrários, foi aprovado na noite de ontem (27), o PL que inclui no calendário de eventos do município, o Dia do Orgulho LGBTQIA+, uma conquista muito importante para o movimento LGBTQIA+ que ocupou as redes da  TV Câmara durante a sessão online, pedindo a aprovação do projeto pelos vereadores.

O projeto de autoria da vereadora Filipa Brunelli, teve uma grande repercussão nas mídias locais, onde muitos comentários de ódio foram direcionados a vereadora. Filipa diz que essa reação da sociedade é um dos reflexos do preconceito enraizado contra as pessoas LGBT : "o teor dos comentários direcionados ao projeto nas mídias araraquarenses, apenas reafirma a necessidade de que esse projeto exista. Nós existimos e de agora em diante, nós vamos ocupar todos os espaços que são nossos por direito."

O Dia Internacional do Orgulho LGBTQIA+ é comemorado anualmente em 28 de junho em todo o mundo, inclusive no Brasil. Esta data tem o principal objetivo de conscientizar a população sobre a importância do combate à LGBTFOBIA para a construção de uma sociedade livre de preconceitos e igualitária, independente do gênero e da sexualidade.

O Dia do Orgulho LGBTQIA+ também é um reforço para lembrar a todos os gays, lésbicas, bissexuais, Transgêneros, Transexuais, Travestis, Queer, Intersexual, assexuais e demais pessoas com sua identidade de gênero e orientação sexualidade não hetero-cis-normativa, que todos devem se orgulhar do que são e não sentir vergonha de anunciar sua sexualidade. Não importa se uma pessoa é heterossexual, homossexual, bissexual, transgênero, travesti ou intersexo, o importante é ser respeitada como um ser humano e ter todos os seus direitos garantidos.


O Dia do Orgulho LGBT foi criado e é celebrado em 28 de junho em homenagem a um dos episódios mais marcantes na luta da comunidade gay pelos seus direitos: a Rebelião de Stonewall Inn. Em 1969, esta data marcou a revolta da comunidade LBGT contra uma série de invasões da polícia de Nova York aos bares que eram frequentados por homossexuais, que eram presos e sofriam represálias por parte das autoridades.


A partir deste acontecimento foram organizados vários protestos em favor dos direitos dos homossexuais por várias cidades norte-americanas. A 1ª Parada do Orgulho Gay foi organizada no ano seguinte (1970), para lembrar e fortalecer o movimento de luta contra o preconceito. A Revolta de Stonewall Inn é tida como o “marco zero” do movimento de igualdade civil dos homossexuais no século XX.

Comentários:

Veja também

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!