Araraquara News

Flórida recebe quase 32 milhões de viajantes no segundo trimestre de 2021

Economia 215 Acessos

Flórida recebe quase 32 milhões de viajantes no segundo trimestre de 2021

Visitantes domésticos, de dentro dos Estados Unidos, já chegam a níveis de antes da pandemia de Coronavírus

IMPRIMIR
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.

 

Com vacinação em massa e disponível e a abertura completa e irrestrita dos Estados Americanos, os números da economia já começam a acelerar.

De acordo com dados divulgados pelo ‘VISIT FLORIDA’, as estimativas preliminares de visitação mostram que a Flórida recebeu um total de 31,7 milhões de viajantes de abril a junho de 2021, representando um aumento de mais de 220% em relação ao ano anterior.

Do total, 30,6 milhões de visitantes domésticos viajaram para a Flórida no segundo trimestre, o que dá um aumento de 216% em relação a 2020 e um aumento de 6% em relação a 2019.

“A Flórida continua servindo como um exemplo para o país de que, quando você rejeita bloqueios e mandatos desnecessários, sua economia prosperará”, disse o governador Ron DeSantis, em entrevista ao VISIT FLORIDA.

“A Flórida não só teve mais visitantes no segundo trimestre do que em 2020, mas os dados mostram que a visitação doméstica já se recuperou totalmente para os níveis de 2019. Sou grato pela dedicação de milhares de proprietários de negócios da Flórida, que demonstraram o maior comprometimento com seus funcionários e clientes. A revitalização de nossa indústria do turismo terá um impacto positivo em todos os habitantes da Flórida”, complementou o governador.

“O crescimento vertiginoso do turismo na Flórida no segundo trimestre de 2021 é uma conquista incrível para a recuperação econômica do nosso”, disse  Dana Young, presidente e CEO do VISIT FLORIDA.

Apesar das atuais restrições a viagens internacionais, as estimativas preliminares também indicam que 1,1 milhão de visitantes estrangeiros vieram para a Flórida no segundo trimestre de 2021, um aumento de 854% em relação ao ano passado. As viagens do Canadá aumentaram em mais de 74%, com 15 mil viajantes canadenses visitando o estado, entre abril e junho.

Além disso, após receber informações atualizadas sobre os números de visitação do primeiro trimestre de 2021, o VISIT FLORIDA estima que o estado recebeu um total de 27,3 milhões de visitantes de janeiro a março deste ano, um pouco mais do que o informado anteriormente. 

Mateus Cabau, responsável pela internacionalização da Chalu Imóveis e desenvolvedor de projetos imobiliários na Flórida, destaca a forca do destino que é Orlando, em virtude das dezenas de parques temáticos, da qualidade do parque hoteleiro e das ‘vacation homes’, com suas estruturas de resort.

“Além de todos esses fatores há também a condição climática da Central Flórida, que praticamente permite que o turista tenha as 52 semanas do ano para desfrutar de atividades ao ar livre. A posição geográfica de Orlando também ajuda, pois a cidade está a 35 minutos das praias do Atlântico e cerca de 50 minutos das praias do Golfo”, finaliza.

 

Brasileiros em segundo no ranking de visitantes

Segundo dados divulgados pelo Brazil Virtual Fest, com uma atualização sobre o mercado brasileiro na Flórida, foi revelado que o Brasil ultrapassou o Reino Unido como o segundo maior mercado da Flórida em 2020 com 380 mil visitantes.

Esse número poderia ser ainda muito maior, se não representasse uma queda de 75% em relação ao número de turistas brasileiros no destino em 2019. A pandemia é o principal motivo.

Outro número de 2020 animador para o Estado foi o market share da Flórida entre todos os brasileiros que visitaram os Estados Unidos. Com 65,4% dos brasileiros que foram ao país em 2020, este é o maior percentual que a Flórida alcança em 10 anos, mesmo com número reduzido de visitantes.

Entre os dados apresentados foram destacados os destinos preferidos dos brasileiros na Flórida, com Orlando ampliando a vantagem sobre Miami, na primeira colocação, e Tampa Bay crescendo e ultrapassando Florida Keys, mas ainda abaixo de Fort Lauderdale.

 

São Paulo lidera

A pesquisa também traçou um perfil do viajante brasileiro na Flórida, identificando que grande parte voa de São Paulo para o destino.

Outros dados interessantes são sobre as reservas diretas: grande parte dos brasileiros que viajam a Flórida reservam passagens aéreas diretamente com a companhia, ou em serviços digitais, enquanto a reserva direta de hospedagem é menor, com viajantes preferindo reservar hotel com operadoras de viagem, em 40,5% dos casos.

FONTE/CRÉDITOS: DIVULGAÇÃO
FONTE/CRÉDITOS (IMAGEM DE CAPA): DIVULGAÇÃO
Comentários: