Araraquara News

Notícias Meio ambiente

Área de Preservação Permanente do Vale Verde precisa de rearborização urgente 

Vereadora Filipa Brunelli (PT) esteve na região, que sofre com desflorestamento e descarte irregular de resíduos 

Área de Preservação Permanente do Vale Verde precisa de rearborização urgente 
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

A degradação da Área de Preservação Permanente (APP) das nascentes da região do bairro Vale Verde tem causado preocupações aos moradores. A situação chegou ao gabinete da vereadora Filipa Brunelli (PT). “Onde antes se olhava para cima e nem ao menos se via o céu, pela ocupação das vastas copas das árvores, tipicamente encontradas nas chamadas matas ciliares, hoje é possível notar grandes buracos deixados pela retirada da vegetação original que ali se desenvolveu”, observa a vereadora, que esteve no local para conferir pessoalmente os danos ambientais. 

Filipa foi informada de que as consequências do desflorestamento já se fazem sentir, inclusive no volume de água da nascente, que vem diminuindo, de acordo com relatos dos moradores. “Além disso, para acessar a APP, passamos pela Rua Carlos Augusto Donato, que se encontra com grande volume de lixo, entulhos, móveis, descartáveis, roupas e calçados, entre outros descartes acumulados em toda extensão da rua”, acrescenta a parlamentar. “Consequentemente, com a precipitação das chuvas, o escoamento de todo esse lixo será direcionado naturalmente para a nascente do rio e para a Área de Preservação Permanente. A população do entorno sofre as consequências dos descartes desses lixos, que são alvo de incêndios criminosos, além de ambientes propícios para a reprodução dos mosquitos da dengue, entre outros animais peçonhentos.” 

A fim de providenciar uma solução urgente para o problema, Filipa encaminhou à Prefeitura a Indicação nº 4047/2021, na qual solicita a rearborização da APP. “Essa situação atinge não apenas os moradores do entorno. Os animais silvestres que vivem na mata estão sendo afetados e a população araraquarense como um todo também será afetada, pois estamos falando do Ribeirão das Cruzes. Sofreremos a consequência do gradativo desabastecimento de um dos principais rios que alimentam nossa cidade”, conclui. 

Comentários:

Veja também

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!