Araraquara News

Notícias/Meio ambiente

Pesquisador do CDMF publica estudo sobre novo método para especiação de compostos nitrogenados em amostras ambientais

Estudo apresenta uma alternativa mais simples e barata para o monitoramento de nitrato, nitrito e p-nitrofenol no ambiente

Pesquisador do CDMF publica estudo sobre novo método para especiação de compostos nitrogenados em amostras ambientais
CDMF
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

O pesquisador Ailton Moreira, pós-doutorando em Química pela Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) e integrante do Centro de Desenvolvimento de Materiais Funcionais (CDMF), é o autor principal do artigo “N-compounds speciation analysis in environmental samples using ultrasound-assisted solid–liquid extraction and non-chromatographic techniques” publicado no periódico científico Environmental Monitoring and Assessment.

A pesquisa apresenta à comunidade um método alternativo para o monitoramento ambiental de espécies nitrogenadas tais como nitrito (NO2–), nitrato (NO3–) e compostos orgânico nitrogenados (N-compostos), permitindo obter importantes informações sobre as características de ecossistemas ambientais, especialmente aquelas impactadas pelas atividades antropogênicas.

O pesquisador explica que as técnicas analíticas capazes de determinar as espécies individuais são mais caras e de baixa acessibilidade, e por esta razão, muitos estudos preferem fazer as determinações em termos de nitrogênio total, não diferenciando as espécies individuais. “Estes métodos capazes de determinar as espécies de nitrogênio [NO2–, NO3– e p-nitrofenol (PNP)] de forma individual, muitas vezes requerem etapas exaustivas de preparo de amostra e o uso de técnicas hifenadas, tais como a cromatografia acoplada a espectrometria. Essa complexidade analítica dificulta a sua aplicabilidade e, por este motivo, é necessário avançar na busca por métodos mais simples, eficientes e acessíveis”, acrescenta Moreira. 

Nesse sentido, o trabalho mostrou um protocolo eficiente de preparação de amostras e um “novo” método para especiação química de N-compostos em matrizes ambientais. O método não cromatográfico de especiação, associado ao baixo custo e à simplicidade analítica, apresentou-se como uma alternativa às técnicas mais caras como HPLC / ICP-MS. O método alternativo foi baseado aplicando geração de vapor fotocatalítico (PVG) e redução / oxidação sob radiação UV.

O estudo identificou e quantificou os N-compostos em amostras de águas, solos e sedimentos coletados em áreas impactadas pelos desastres ambientais nas cidades de Mariana e Brumadinho, em Minas Gerais. O novo método é uma alternativa que pode contribuir para o campo da fotoquímica, uma vez que ele pode ser utilizado para testar a atividade fotocatalítica de nanomateriais semicondutores frente a conversão fotoquímica de N-compostos.

Também são autores do estudo Carolina Freschi, Ernesto C. Pereira e Gian Freschi. A pesquisa foi desenvolvida nas instalações da sede do CDMF, localizada na UFSCar, e da Universidade Federal de Alfenas (Unifal), campus Poços de Caldas.

O artigo pode ser acessado no repositório do CDMF clicando AQUI.

CDMF

O CDMF é um dos Centros de Pesquisa, Inovação e Difusão (Cepids) apoiados pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp), e recebe também investimento do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), a partir do Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia dos Materiais em Nanotecnologia (INCTMN).

 

FONTE/CRÉDITOS: CDMF
Comentários:

Veja também

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!

Envie sua mensagem, estaremos respondendo assim que possível ; )